segunda-feira, 17 de março de 2008

A mini-maratona e eu

Tenho uma ou outra ideia (chamar áquilo ideias devia ser considerado crime, já que se tratam de pequenos apontamentos sobre coisas com pouco sumo) para deixar aqui no blog, mas há que dizer que fui uma das 3.645.890 almas que se lembrou de ir à corrida de obstáculos móveis (também conhecida por mini-maratona) que decorreu ontem com partida logo a seguir às portagens da Ponte 25 de Abril, por volta da 10h30, mais coisa menos coisa.

Mais coisa menos coisa, porque a gente era tanta, que eu nem sei muito bem quando é que passei a partida e a prova terá efectivamente começado, para mim.

Desta vez tentei correr. De facto, tentei é mesmo a palavra certa. Na prática, em vez de 7 kms, calculo ter feito uns 9,5 km, à conta de andar aos Ss para ultrapassar as pessoas que iam à minha frente*. O pessoal, em vez de fazer fila indiana, gosta de dificultar de forma mais ou menos original e cria esta espécie de “portagens” humanas sem Via Verde, em que um tipo, tem de travar e esgueirar-se entre uma Xô Dona Maria e um Ti António.
Como é fácil de verificar, à custa destas portagens móveis e modernas, de tanto travar e acelerar, a sola da minhas sapatilhas (no Sul chama-se ténis... enfim, esta discussão já se tornou um clássico) sofreu, o meu pé direito ganhou bolhas, a dona do pé (eu, claro!) hoje está ainda mais desengonçada do que o habitual. Para finalizar, ganhei o aspecto rosadinho tipo José Estebes, já que esqueci-me de “botar” protector solar na cara e agora tenho um ligeiro escaldão nas maçãs do rosto e no nariz. O que vale é que até me dá um ar fofinho.

Fiquei a saber que irá sair um corneto novo, com sabor a menta. Gostei muito, sabe ligeiramente a after-eight.

E pronto, venha a Corrida da Mulher a 25 de Maio e a outra Maratona da Ponte a 28 de Setembro. Com um pouco de esforço, irei novamente à Corrida do Tejo, fui no ano passado e adorei. Um destes dias, mudo o meu nome para Forrest Gump!**

Música: Monotone, dos A Naifa. Ora aí está uma música que curto mesmo, mas cuja letra não tem nada a ver comigo!

* - Por mais gente que ultrapassasse, parecia que mais ainda brotava da terra, como cogumelos!
** - Com este post, creio estar a passar a ideia de ser uma atleta que correu o tempo todo ontem; não é verdade, devo ter corrido cerca de 70% do percurso.

11 comentários:

Psyhawk disse...

Isso é que é coragem. Eu odeio correr

Mariza (P.Gira) disse...

E foi por corredores desses que tive de sair de casa mais cedo para chegar a horas no trabalho.

Bjkas

Vitor disse...

Giro!

O meu percurso de atleta terminou quando na escola fui o 4º classificado numa corrida com 3 participantes. Foi nessa altura que percebi o conceito de "desclassificado por pedagogia da ambição", mas eu, criança ingénua sabia lá que não se podia cortar o percurso pelo meio!?
Acho que os professores nessa altura não estavam ganhos para a coisa da competitividade.

DDepois disso dediquei-me a dar "água" aos participantes. Era uma óptima forma de socializar. As moças de maiots piquenos chegavam perto de mim e diziam
"Ah e tal era uma água se faz favor" e eu respondia "Uma água não é... O que tu queres sei eu, pá!"

Agora fico em casa a jogar playstation, e às vezes até ganho e sou feliz!

AEnima disse...

Temos atleta! Não te conhecia essa faceta. Eu estou a ganhar coragem para ir ao ginásio daqui por meia hora... aiiiii...

Allie disse...

Ohhhh... mas que bonito! E ninguém te pediu um autógrafo?

Diabba disse...

Ahhh correr... pois... não é comigo. Ainda me caíam as mamas ao chão!

Hã? tu não corres esse perigo?? hihihih pois...

beijo d'enxofre (saindo a saracotear a cauda)

Melões Melodia disse...

O comentario da diabba matou-me!
Beijos

Marta disse...

Desculpa lá estragar aqui o teu texto lindo mas esqueceste-te de contar o que me foste comer a seguir à mini maratona! É que precisavas de ter feito os 42 kms! :))))))
upssss....

Actriz Principal disse...

Psyhawk,
I see you found your way till here, no need to advertise...
Eu admito que também não vou lá muito à bola com corridas, gosto mais de caminhadas. Mas fico entusiasmada com estes eventos... e lá vou eu!
Beijinhos

Mariza (P.Gira),
Trabalhas ao domingo? Bolas, azar a dobrar, então...
Beijos!

Vitor,
Sabes, ficar em quarto numa corrida de 3 não é nada de outro mundo, sobretudo quando se consegue subornar os supervisores da prova que, no final, dizem "ah, o caracol inscreveu-se no último instante".
Agora, isso de te desclassificarem devido aos teus laivos de originalidade... é chato.

Aenima,
Não temos atleta, não. Temos é uma palerma esforçada, que só agora parou de engordar... daí até voltar a perder estes kilos a mais... tenho de fazer muitos kilómetros. Sniff...
Beijinhos!

Actriz Principal disse...

Allie,
Havia uma tal de Sócrates à minha frente, que me retirou 99% do protagonismo...

Diabba,
Pois não! Devo agradecer aos genes que me calharam... ainda assim, com estes kilinhos, o cenário aumentou um bocado, ficam giras, pá!
Oops...

Melões,
Pois, sobretudo no seguimento daqueles comentários de ontem... noutro local, noutra altura... com menos 13 kilos... cof cof...

Marta,
Cala-te! Argh...
Ninguém precisa de saber que no final da tarde dividimos um goffre com chocolate e um cheesecake de frutos do bosque. E que antes disso tinha comigo um pastel de Belém. Ai... que indiscreta estou hoje!
Beijos. Como está o meu afilhado-fenómeno?

Wally disse...

Para que conste eram 2 pastéis de Belêm. Nada de enganar a audiência, eheheh :)

Beijocas

Wally