quarta-feira, 13 de fevereiro de 2008

O Porto tem mais encanto…

...logo de manhãzinha bem cedo!


E a provar está esta foto, tirada no tabuleiro de cima da ponte D. Luís.

Aproveitei a oportunidade, e estou a trabalhar na Imbicta por uns dias. Deu-me na moleirinha e fui para o trabalho... a pé! Saí de casa bem cedinho e fiz uma hora de caminho. Entretanto, parei para tirar a foto.

E então, o que me acontece quando estou nestes preparos, em cima da ponte? Passa um metro (aqui é mais centímetro, a avaliar pela velocidade a que andam...), o condutor buzina, eu olho para trás... e eis que o motorista estava a dizer-me adeus e a fazer sinais para eu lhe tirar uma foto! O tipo abrandou no meio da ponte para se meter comigo, devia pensar que eu era turista ou o camandro. Haja profissionalismo...

Música: como não podia deixar de ser... Rui Veloso... Porto Sentido.

23 comentários:

Melões Melodia disse...

E a nossa cidade! Podem dizer o que bem entenderem, mas e no Porto que me sinto em casa. A velha aldeia metropole tao bem descrita na banda sonora que escolheste hoje.
Uma cidade como eu. Uma cidade pardacenta e fechada, mas cheia de alma.
E acima de tudo, belissima, com a beleza e magia da idade e da decadencia. Mas sempre altiva...
como diz a cancao... abandonada, fechada, sentida, e altiva apesar de ferida!
Beijos

Teresa disse...

Que cena tão patusca!

Gostei muito do comentário do nosso Coveiro (e adorei o adjectivo pardacento).

Olha lá... e Patanisca? Está também aí contigo... espero!

Beijos! Vou JÁ para a cama.

Marta disse...

O Porto tem mais encanto..na hora de voltar para Lisboa! :)))))

Cinderela c/ bolha no pé disse...

E é ao Porto que vou almoçar no sábado com um menino bonito. Espero que faça sol para apreciar essa beleza toda. Viva o Porto, que eu sou do Norte!

Vitor disse...

Sabes sempre disse que se Lisboa era uma senhora aristocrata que já teve melhores dias, sempre vi o Porto como um operário firme que se senta no granito forte e duro que lhe dá força.

Bem sei que não são s imagens mais poeticas que se podem escrever.
O Porto não é a minha cidade, conheço-o pouco, ele também não se deixa conhecer, mas admiro-o de longe, deixando brilhar os olhos pelo deslumbre que uma claridade provoca num rapaz do campo!

Parabéns a ti pela tua cidade.
Parabéns ao tipo do metro pelo bom gosto!

Diabba disse...

O metro passa por cima da ponte Luís I ?? Mas a ponte não é um bocadito idosa para essas trepidações?

Não foi essa que foi projectada pelo Gustavo Eifel?? (se não estiver bem escrito, temos pena, não sei francês)

Tenho saudades de algumas coisas no Porto. Um dia vou ctg e visitamos, juntas, alguns lugares que são só meus... às 7 da manhã!

beijos d'enxofre

Melões Melodia disse...

O diabba, nao queres que me junte a vos?
Olha que apesar de longe, conheco o Porto como a palma das minas maos.
Nao tivesse passado grande parte da minha vida a viver no centro, com a vida dividida entre Se, Ribeira e casa.
Enfim, fui desvendando os segredos da minha cidade.
Beijos

Actriz Principal disse...

Melões,
No início da semana, estava a trocar uns mails com uma pessoa minha conhecida, que me disse que esteve dois dias no Porto, que gostou muito, mas que achou a cidade um pouco provinciana. Ora eu aproveitei para dizer que o Porto é uma aldeira grande, onde toda a gente se conhece. E é verdade, e é também esta realidade que lhe confere um imenso encanto!
Beijos!

Teresa,
A Patanisca está óptima,rodeada de mimos do pessoal de cá, que a adora e venera como ela bem merece, no worries!
Sabes, o Melões, ou o Rui Veloso, ou o Carlos Tê... dizem muito bem quando se referem ao Porto como uma cidade pardacenta...
Beijos!

Marta,
Um dia hei-de trazer-te comigo de fim-de-semana. Quero ver se no final continuas a dizer o mesmo...
Pateta!
Beijos

Ó gata borralheira escondida com o rabo de fora (a.k.a cinderela c/ bolha no pé),
Adorei o nick! Acho fabuloso, mesmo!
Bom almoço ;-)

Vitor,
Lembras-te quando pegaste nos tarecos e passaste um fim-de-semana a fotografar Salamanca? O Porto ainda é mais perto. Se a foto que tirei com o telemóvel, sem zoom, enquadramento, sabedoria, luz favorável ou arte até nem ficou má de todo, imagina o que conseguirás tu fazer!
Parabéns à minha mana que faz anos hoje!

Diabba,
Recomendo uma visita o quanto antes à Imbicta. Após ler a tua pergunta, fiquei arrepiada! Livra, como é que podes não saber que o tabuleiro de cima da ponte D. Luís serve apenas o merto?
E sim, quer a ponte D. Luís quer a antiga ponte dos combóios D.ª Maria tiveram mão de Teófilo Seyrig, sócio do Gustavo Eiffel.
É claro que vamos visitar esses lugares; basta combinar ;-)

Melões novamente,
Se a Diabba deixar, eu não me importo nadinha...

Diabba disse...

Hummm cheira-me ko Melões tb tem lugares que são só dele. Bamos todos, keu soue uma kuska!

veijos d'inxofre

Marta disse...

Eu conheço o Porto!
Conheço muita gente do Porto, que adoro!
Já passei momentos fantásticos no Porto!
Noites de loucura total no Porto!
Acho o Porto muito bonito!
Mas para te ser sincera nada comparado com a minha Lisboa!
Há uma coisa que falta ao Porto: a luz! É demasiado sombrio e pesado!
Lisboa é a cidade branca!
Adoro o Douro, acho incrivelmente lindo, mas prefiro o Tejo abraçado pelo Cristo Rei numa manhã de sol!

bejufas ó tripeira!

AEnima disse...

Música a falar ao coração, imagem linda e, como sempre, as pessoas que nos surpreendem. Amo a minha cidade. Estou tão feliz por estar de volta, mas tão! E ao mesmo tempo quase que triste por saber que irei ter que sair para ter emprego... Mas por enquanto, gozo-o!

Sou uma eterna apaixonada pelo nosso Porto.

Melões Melodia disse...

Ah pois tenho, tenho, diabba... e como diz a aenima, um eterno apaixonado

Gata Verde disse...

Aí está uma coisa que ainda não fiz...passar a ponte a pé!
A foto está linda!

Beijinhos
e boa semana

Vício disse...

pela foto pode-se dizer que quando o sol nasce não é para todos!

Bom som!

Chat Gris disse...

Não é a minha cidade, mas sempre que regresso há qualquer coisa nela que me faz pensar que lá é o meu lugar...

Maariah disse...

De volta há quase 2 meses e só descobri agora... Estive mal...

Actriz Principal disse...

Diabba,
Irei novamente no final da próxima semana. Queres bir? Hum?

Marta,
Tá bom, também podes vir ca'gente!

Aenima
Ora, isso recorda-me que estou em falha contigo. Cafezito no final da próxima semana?

Melões,
Somos todos apaixonados pela nossa cidade. Uns mais, outros menos. Para mim é um orgulho ser do Porto!

Gata Verde,
Vais amar a vista!

Vício,
Aposto que também gostas da música seguinte: Jorge Palma?

Chat Gris,
Para uns é um ponto de partida; para outros, o Porto de chegada...

Maariah,
Então que te aconteceu?

Maariah disse...

Escreveres assim dá nisto: não sei se a tua pergunta é a sério ou não. Dah para mim.

Eu estive mal por não ter descoberto este blog mais cedo, principalmente porque continuava a ir ao outro de tempos a tempos na esperança que mudasses de ideias e aparecesses. E afinal aqui estavas tu...

Isto já aconteceu com outro blooger (estas palavras novas) por isso ok: vou passar a ir cuscar no perfil...

Actriz Principal disse...

Maariah,
Miúda, tu serás tão ou mais distraída do que eu!
Se reparares na frase que deixei no cabeçalho do Desastrada: "A minha vida daria um festival de cinema (agora quero sopas e descanso!) (...quer dizer, troca o passo e siga a dança... que é como quem diz: a festa segue no blog ao lado... é procurá-lo!)"
Mas pronto, já cá estás, aproveita para beber um copo ;-)

Porthos disse...

Querida Actriz,

Por momentos, ao ler o teu post, pensei que estavas a denegrir a imagem da nossa Mui Nobre e Invicta (originalmente virgem) cidade do Porto (e arredores) em detrimento da Capital.

Mas depois de ler os teus comentários fiquei um pouco mais descansado e pude continuar a lembra-me de ti a dançar no Via Rápida, vestida com umas calças de couro (ou napa) pretas......bons tempos....

Actriz Principal disse...

Caro Porthos,
Por momentos, ainda pensei que me pudesses realmente conhecer.
Mas depois de ler o teu comentário, verifiquei que deves estar a confundir-me. Calças de couro? Tive umas, mas se as usei uma vez... foi muito!

Porthos disse...

Se não te conhecesse não tinha feito o comentário que fiz. E realmente se calhar tive a sorte de te ver com as calças na única vez que as usaste...

Isso de morar tantos anos em Gaia, tem muito que se lhe diga...

Psyhawk disse...

è giro, mas quem lá vive não sabe dar direcções para chegar ao sítio mais óbvio. Estive quatro dias na Invicta e nunca me perdi tantas Vezes. E há perder e perder...mas desta vez foi só memso não achar o caminho certo. porque se fosse outra coisa...