quarta-feira, 9 de janeiro de 2008

A mentira tem pernas curtas (e outras expressões e frases sábias)

Facto # 1: a verdade vem ao de cima mais depressa do que o azeite Oliveira da Serra quando misturado com água do Luso;

Facto # 2: hoje em dia, encontra-se TUDO na internet, até mesmo aquilo que não andamos à procura (é que caiu-me no prato da sopa e respingou-me a blusa);

Facto # 3: devo ser burra todos os dias, porque insisto em acreditar que não existe necessidade de esconder, alterar, calar,... whatever. Tenho a mania de não fazer aos outros aquilo que prefiro que não me façam, ou seja: não chateio muito, não faço perguntas a mais, não telefono ou envio sms ou mail em doses industriais caso não respondam de imediato, pois se não o fazem logo é porque não podem. Assumo igualmente que se me têm como companhia é porque querem, pelo menos eu deixei de fazer fretes há bastante tempo, seja com quem for. Razão tinha o Oscar Wilde quando dizia: “a little sincerity is a dangerous thing, and a great deal of it is absolutely fatal”. Pelos vistos, a maior parte das pessoas sabe disso, eu é que continuo a ser ingénua...

Facto # 4: detesto a mentira;

Facto # 5: se as águas correm todas naquela direcção, porque raio tenho a mania que hei-de remar contra a corrente? (Não confundir com “encarneirar com os outros”, não tem nadinha a ver. Mas isso é que nunca, pá! Como diria Edith Wharton: “There are two ways of spreading light: to be the candle or the mirror that reflects it”.)


Pronto, agora vou juntar os factos e aprender a lição (mais uma).


In a Manner of speaking
I just want to say
That I could never forget the way
You told me everything
By saying nothing



Oh give me the words
Give me the words
That tell me nothing
Ohohohoh give me the words
Give me the words
That tell me everything

(Winston Tong*, dos Tuxedomoon – Holy wars, 1985 - … música mais tarde cantada pelo Martin Gore dos Depeche Mode no seu primeiro álbum a solo... fica aqui a versão dos Nouvelle Vague...)

*- E descobrir esta informação é que não foi nada fácil (desta andei mesmo à procura**), o raio da música é sempre associada aos Depeche Mode ou aos Nouvelle Vague.
Por coincidência (ou não), a minha querida
Ms D. está a pensar na mesma música.

** - *** Já que estamos numa de frases sábias... ou não... recordei-me de uma das muitas Leis de Murphy: O modo mais rápido de se encontrar uma coisa é procurar outra. Você sempre encontra aquilo que não está procurando. Mas esta é mais válida para o facto # 2...

*** - Atente-se no facto de eu estar muito à frente e criar notas das notas...

8 comentários:

Teresa disse...

O meu dedo que adivinha está a bichanar-me que sei do que (ou de quem) estás a falar. Ou talvez não...

ELA nunca te mentirá. Pode fazer-te a vida num inferno, mas ñão mente!

Beijo grande.

Actriz Principal disse...

Olá Teresa minha querida,
Como estava agora mesmo a dizer à Ms D. (tivemos a mesma ideia e escrevemos sobre o mesmo, não é à toa que somos muito amigas):
"No question is so difficult to answer as that to which the answer is obvious" (George Bernard Shaw)

Bom, com estas frases bonitas, até pareço uma tipa culta e inteligente. Um destes dias ainda me acham igualmente interessante... argh!

Beijo enorme!

Ms D. disse...

Que é isso?? A falar nas minhas costas!! :)


Aqui fica a minha frase em língua estrangeira sobre o assunto:

The more you know who you are, and what you want, the more you get confused by things that should have stopped to upset you...

Ms D. lost the translation


I (heart) you

**

Actriz Principal disse...

Ms D.

Pois olha... então cá vai uma frase que me marcou num livro que li no ano passado, o Mentira (http://biografiadesastrada.blogspot.com/2007/06/as-minhas-ltimas-5-leituras-as_20.html):

Hei-de aprender um dia a não me angustiar com as coisas que não dependem de mim.

Veijus, muitos!

Melões Melodia disse...

Carissima, nao percas o teu tempo com quem nao vale a pena - afinal o teu destino esta tracado nas linhas das tuas maos ;-)
Beijos

Diabba disse...

ahhh esta cena é para dizer assim frases profundas e tal??

Então cá vai a minha:

"Não digas que não te avisei!" hehehe

beijos d'enxofre

Notas: tu tens um dedo um cadito podre para alguns "assuntos".

Vício disse...

gostei bastante do facto 3!
não por tu dizeres que deves ser burra todos os dias, mas sim pelo método de vida que descreves!
live and let die!

Actriz Principal disse...

Melões,
O que é estranho é o facto de também teres dito aquilo... daquela noite... naquela noite...
Beijos

Diabba,
Pois tens razão, devo ter um dedão apodrecido e gangrenado. Só que, como costumo dizer, gosto tanto da esperança como da estupidez, exactamente pelo mesmo motivo: ambas são infinitas! Daí levantar a fuça e continuar a caminhada.
Beijos

Vício,
Pois, viste que haviam frases pro-fundas e cá vieste! Fizeste bem.
Sabes, por muito bonito que seja escrever uma coisa destas, devo dizer-te que, ainda que o que lá está seja verdade, levei algum tempo a tornar-me assim. E nem sempre é fácil...